Pesquisar este blog

sexta-feira, 29 de março de 2013

Malhação de Judas

As tradições de ontem não se repetem hoje, isso é fato. A medida que o tempo passa novos costumes (politicamente corretos ou não) vão sendo assimilados pela sociedade, e aí o passado torna-se apenas saudade (para os que viveram certos momentos, claro).
Por essas bandas, só como exemplo, na época da quaresma, digo, 'Semana Santa', na noite da sexta para o sábado, costumava-se "matar" o judas (acho que em alusão ao traidor bíblico Judas Iscariotes), onde um boneco feito de panos velhos e outros lixos era malhado até restar só os pedaços.
Havia até, o costume de roubar o tal judas, para isso era criado uma equipe com esse fim. O "dono" do boneco, que normalmente preparado na véspera, por sua vez, para não perder o trabalho, montava outro grupo com a finalidade de impedir o intento do primeiro. Era uma festa, muito embora que meia macabra, na minha concepção.
Hoje em dia é muito difícil achar esses judas por aí - os tempos são outros e de novos costumes!
Ainda bem que o amigo Paulo Seixas (do Blog Literário Paulo Seixas - http://www.blogliterariopauloseixas.blogspot.com.br/) que foi um guri cheio de estripulias, dentre as quais, a de confeccionar o judas da 'Semana Santa', registrou sua obra, que vai postada nesse espaço para a rememoração de muitos.
A foto é dos meados dos anos 80.

Um comentário:

  1. Valeu pela lembrança, Quiel! Mas só para lembrar, a foto é da década de 1990.

    ResponderExcluir